RSS

Arquivo da tag: RepelirSatanas

Os Pecados dos nossos Pensamentos III

Continuação “Os pecados dos nossos Pensamentos II”

2 – À sugestão segue-se a deleitação. Quando nos damos ao trabalho de repelir imediatamente a tentação, sentimos nela certa complacência ou prazer, que nos vai arrastando ao consentimento. Mesmo então, se a vontade não dá seu assentimento, não há pecado mortal; quando muito, poderá haver pecado venial. Se, porém, não recorrermos então a Deus e não nos esforçarmos por resistir à tentação, facilmente nos sentiremos arrastados ao consentimento e perdidos, segundo as palavras de Santo Anselmo (De similit., c. 40): “Se não procuramos impedir a deleitação, ela se transformará em consentimento e matará a alma”.
Uma senhora, que tinha fama de santa, teve, um dia, um mau pensamento, que não repeliu imediatamente, e pecou por pensamento. Por vergonha deixou de confessar esse pensamento criminoso e morreu, pouco depois, em estado de pecado. Porque morreu com fama de santidade, mandou o bispo que fosse sepultada em sua própria capela. No dia seguinte, porém, apareceu-lhe ela, toda circundada de fogo, e confessou – lhe, infelizmente já tarde demais, que estava condenada por ter consentido num mau pensamento.

3 – Consentimento: Toda a malícia do mau pensamento está, porém, no consentimento. Havendo pleno consentimento, perde-se a graça de Deus e chama-se sobre si a condenação eterna, quer se tenha o desejo de cometer um pecado determinado, quer se pense ou reflita com prazer no pecado como se o estivesse cometendo. Esta última espécie de pecado chama-se uma deleitação deliberada ou morosa, e deve-se distinguir bem da primeira, isto é, do pecado de desejo.
Entendemos nestes últimos artigos como é que a tentação age em nós querendo nos derrubar e nos fazer cair…Não deixe que estes ensinamentos de Santo Afonso Maria de Ligório passe despercebido sem que você se esforce para coloca – los todos em prática!
Recomendo ainda a releitura destes Artigos “Os Pecados dos nossos Pensamentos I, II, III” e junto da leitura dos deles que você faça suas anotações, trechos que o Senhor falou ao seu coração…Somente não deixe que tamanha preciosidade passe sem que você possa colher os frutos necessários!

Deus abençoe você!

Leia também:

1. “Os Pecados dos nossos Pensamentos I “

2. ” Por que escrever sobre o Mal?”

3. “Orando pelo Sentimento de Medo”

Sobre o Autor:

Danilo Gesualdo, atua junto ao Ministério de Cura e Libertação, residindo em Cachoeira Paulista.
Para contato me envie um e-mail: livresdetodomal@gmail.com Saiba mais sobre: Danilo Gesualdo ou siga Twitter (danilogesualdo)

 
1 comentário

Publicado por em 5 05UTC setembro 05UTC 2011 em Cura Interior

 

Tags: , , ,

Os Pecados dos nossos Pensamentos II

Os Pecados que envolvem nossos Pensamentos…

Dando continuidade sobre os artigos “Os pecados dos nossos pensamentos”, citei no artigo anterior  que 3 coisas precisam ser consideradas quando tratamos deste assunto, a saber: A Sugestão, a Deliberação e o Consentimento!

Geralmente – mas isso não é regra – estes 3 tipos de ações que se passam em nossos pensamentos seguem exatamente a ordem citada a cima.

Santo Afonso Maria de Ligório nos ajuda a entender como funciona estas 3 açõ­es em nossos pensamentos:

1 – Sugestão: Sob a palavra sugestão entende-se o primeiro pensamento que nos incita a praticar o mal que nos vem à mente. Esta instigação ou incitamento ainda não é pecado; se a vontade a repele imediatamente, é mesmo uma fonte de merecimentos. “Para cada tentação a que opuseres resistência, se te deverá uma coroa”, diz Santo Antão. Até os Santos foram perseguidos por tais pensamentos. São Bento revolveu-se sobre os espinhos para vencer uma tentação impura, e São Pedro de Alcântara lançou-se em um poço de água gelada.

São Paulo nos informa que também ele foi tentado contra a pureza: “E para que a grandeza das revelações não me ensoberbece, foi-me dado um espinho em minha carne, um anjo de satanás para me esbofetear” (2 Cor 12, 7). O Apóstolo suplicou várias vezes ao Senhor que o livrasse desse inimigo: “Por essa causa roguei ao Senhor três vezes que o afastasse de mim”. O Senhor não quis, porém, dispensá-lo do combate, e respondeu-lhe: “Basta-te a minha graça”. E por que não queria o Senhor livrá-lo? Para que adquirisse maiores méritos por sua resistência à tentação: “Porque a virtude se aperfeiçoa na fraqueza”. São Francisco de Sales diz que: “Quando um ladrão procura arrombar uma porta, é porque não está ainda dentro da casa; assim também, quando o demônio tenta uma alma, é porque se acha ela ainda na graça de Deus.”

Santa Catarina de Sena foi uma vez horrivelmente atormentada pelo demônio, durante três dias, com fortes tentações impuras. Apareceu-lhe então o Senhor para consolá-la, e ela perguntou-lhe: – Mas onde estivestes Senhor meu, durante estes três dias? Jesus respondeu-lhe: Dentro do teu coração, dando-te força para resistires à tentação. E o Senhor deu-lhe a conhecer que o seu coração estava, depois da tentação, mais puro que antes.

Penso que ficou bem claro o que seria a SUGESTÃO em nossos pensamentos! A SUGESTÃO pode provir da nossa própria concupiscência ou então do demônio que quer depois de nos SUGERIR, fazer com que nos DELEITEMOS e CONSINTAMOS no pecado que foi sugerido no inicio!

Por isso a importante dica que nos dá Sto. Afonso logo no inicio de sua explicação: Quando estes primeiros pensamentos que nos incite para qualquer tipo de mal começarem a surgir em nossa mente, precisamos imediatamente REPELI-LO, afasta-lo de nossos pensamentos. Pedir que Jesus ajude você a afastar estes tipos de pensamentos que estão surgindo! Eficácia muito grande é nestes momentos clamar o Santo nome de Jesus e da Virgem Maria!

Meu querido e minha querida, se você quiser sair desta luta que você enfrenta nos seus pensamentos vitorioso, você não pode permitir que estes pensamentos ganhem força dentro de você sem que você peça o auxilio do céu! E digo mais, se estes pensamentos que surgirem em sua mente forem de cunhos sexuais, mais rapidamente será necessário que você clame o Santo nome de Jesus; pois pensamentos com conteúdos sexuais costumam trazer consigo o prazer da carne, o prazer do momento; costumam serem bons no inicio, e depois trazem consigo todo o amargor próprio do pecado!
Esta atitude de logo repelir tais pensamentos sugeridos em sua mente também vem do auxílio do Espírito Santo, com a ajuda de um dom carismático chamado Discernimento dos espíritos. Dom este que é a ação da luz de Deus em nós, nos ajudando a enxergar da mesma maneira que Deus enxerga determinada situação; é luz de Deus que nos ajuda a distinguir o que é bom do que é mal, o que vem de Deus, e o que o que não vem de Deus! Em outro momento trarei com um pouco mais de detalhes sobre este carisma!

O importante agora é que você então peça ao Senhor este Carisma e diante dos pensamentos que serão sugeridos a você, imediatamente chame por Jesus e pela Virgem Maria!

No próximo artigo escreverei sobre a DELIBERAÇÃO dos nossos pensamentos!

Deus abençoe você e partilhe comigo suas vitórias!

Leia também:

1. “Os Pecados dos nossos Pensamentos III”

2. “De onde vem a tentação que estou sofrendo?”

3. “A possessão, uma breve explicação.”

Sobre o Autor:

Danilo Gesualdo, atua junto ao Ministério de Cura e Libertação, residindo em Cachoeira Paulista.
Para contato me envie um e-mail: livresdetodomal@gmail.com Saiba mais sobre: Danilo Gesualdo ou siga Twitter (danilogesualdo)

 
Deixe um comentário

Publicado por em 19 19UTC agosto 19UTC 2011 em Cura Interior

 

Tags: , , , , ,

 
%d blogueiros gostam disto: